Resenha do livro "Extraordinário"

28.3.15 Esteffany Marques 0 Comentários

Olá meninas!

Como algumas de vocês já sabem, eu amooooo ler! Sério não consigo fazer nada quando estou lendo algum livro, principalmente se ele me interessa muito. Como esse mês de março consegui ler quatro livros em menos de um mês, hoje decidi trazer uma resenha sobre um deles! 
O primeiro livro foi "Extraordinário" do escritor R.J Palacio. Gosto de acompanhar alguns blogs que falam de livros e o blog Desejo Adolescente é um desses. E como ela falou muito bem da história, decidi ver se ele era tudo o que ela falava, e para falar a verdade ele é muito melhor!


O livro relata a vida de um garoto chamado August ou como seus amigos o chamam auggie, ele tem 10 anos e nunca foi à escola e o garoto era educado pela mãe em casa. Mas o porquê dele ter aulas em casa? A resposta é simples, ele tem um problema genético, que faz com o que seu rosto não seja muito "normal".
O auggie faz muitas cirurgias para tornar a sua aparência um pouco mais aceitável, mas mesmo assim ele ainda é diferente.
Mesmo com essa diferença ele aceita o desafio de ir para a escola e lá ele aprende o verdadeiro significado da amizade. Em todo livro o auggie luta freneticamente contra o preconceito de alguns colegas e no final acaba se tornando o melhor da sua turma e um ótimo amigo.


A história é contada em visões diferentes, por vários personagens importantes na vida de Auggie. Esse livro me fez ver que apesar da aparência as pessoas podem ser lembradas pelo que elas são de fato e não pelo que ela mostra ser (Aparência)


"August Pullman. O Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso ele nunca frequentou uma escola de verdade. Até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros."
O simples fato de um garoto conseguir lutar contra a morte, o preconceito e ainda ser lembrado pelo o que ele é, já faz valer muito a pena ler o livro. Né?
 Espero que tenham gostado beijos:*

Você pode gostar também!

0 comentários: